5 Erros Comuns na Hora de Escolher os Móveis

10 de fevereiro de 2021

Escolher móveis pode até parecer uma tarefa fácil mas, atire a primeira pedra quem nunca teve problemas ou desanimou com as compras e suas próprias escolhas.

Se você mesmo fazendo pesquisas, desenhando plantas e conversando com especialistas ainda se sente um pouco perdido, essas dicas vão ajudar:

 

 

Prioridades

 

Esse é o ponto chave na hora de comprar móveis, afinal de nada adianta você decidir o quadro da sua sala, se ainda não decidiu o sofá. Ao mesmo tempo, de que vale montar toda a varanda se o espaço que você mais gosta é a cozinha? Portanto, organize a sequência de compras que devem ser feitas em cada ambiente e quais os ambientes vai começar.

Impulso

Esse é um problema que pode ocorrer (com muita frequência) na hora de comprar qualquer coisa, não é mesmo? Mas, no caso dos móveis, a compra por impulso pode ser um problema inclusive de espaço. Portanto observe e domine a rotina do ambiente antes de comprar qualquer móvel. Lembre-se que, além do ambiente, a harmonia entre os móveis e os moradores também é fundamental.

Moda

Tendência deve ser a palavra mais procurada nos canais de decoração e design. Mas, é importante lembrar-se que os moradores da casa podem nunca se adaptarem a algumas coisas que estão na moda e, obviamente, que a moda passa (no caso da decor, passa bem rápido inclusive). O casamento perfeito é quando a moda traz algo que harmonize com sua casa, desde tamanho, utilidade até claro, a fluidez da energia da casa.

Preço

Customizar materiais, reaproveitar, customizar, mas se a escolha é de fato a compra de um novo móvel o preço não pode ser o parâmetro único para essa compra.Lembre-se do tempo que você vai “consumir” com esse móvel, por exemplo sofá, cama, cadeira do seu home office. Esse é o tipo de compra que quanto mais barata, menor o custo benefício.

Espaço

Apenas tirar medidas dos espaços disponíveis para seus móveis pode não ser suficiente. Afinal, temos que nos lembrar sempre da usabilidade desses móveis, por exemplo, mesa de jantar e a distância de cada um para conseguir realizar suas refeições. a relação do tamanho da sua televisão e a distância do sofá, os espaços para passagem, etc.

Dicas

Leia também:

Estampas na decoração: como usá-las?

Serralheira na Decoração: 4 dicas para aplicá-la

10 estilos decorativos para se inspirar

 

 

Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

instagram logo
@milideiaspormetroquadrado/
logo instagram
CLIQUE AQUI