O Rio de Janeiro continua lindo!

29 de junho de 2020

Embora ainda estamos vivendo um momento de reclusão social, ficar em casa é essencial para não deixarmos o coronavírus se espalhar, nada mais gostoso do que imaginar qual será o nosso destino. Com a alta do dólar e do euro, as viagens nacionais têm tudo para ganhar o coração e o bolso dos brasileiros nos próximos meses, por isso hoje vamos abordar sobre  o Rio de Janeiro.

Na minha última viagem para o Rio de Janeiro, em 2019, fiquei impressionada em quantas novidades turísticas. Entre as atrações, está o Porto Maravilha, nova zona revitalizada na cidade para a época das Olimpíadas de 2016. As obras mais recentes estão concentradas ali, como o maravilhoso Museu do Amanhã e o Mural Etnias, do Kobra. Onde antes era um lugar perigoso, escuro e sujo, hoje se tornou um dos lugares mais gostoso e indispensáveis na cidade maravilhosa. O Mural Etnias fica na Zona Portuária, em frente aos seus galpões, e é um dos maiores murais do mundo. Feito pelo artista paulistano Kobra, que tem obras espalhadas por todo o mundo, o mural apresenta 5 rostos humanos, cada um representando indígena de um continente diferente. A parede inteira é cheia de cor e vida, com vários objetos geométricos inseridos nas figuras humanas.

O Rio reúne os mais importantes museus brasileiros, como o Museu do Amanhã, inaugurado em 2015. Projeto do espanhol Santiago Calatrava, ele apresenta uma arquitetura muito peculiar e ainda conta com a linda vista da Baía de Guanabara. Seu interior conta com exposições sobre o futuro do planeta e o que devemos fazer para ajudá-lo. Tudo bastante impactante e de alto nível. Uma sugestão é fechar um tour com guia pelo museu, pois inclui um passeio por todo o Boulevard Olímpico.

Igualmente imperdível é o MAR, Museu de Arte do Rio, também localizado na Praça Mauá, ao lado do Museu do Amanhã, e conta com exposições ligadas à cidade, além de ter as melhores vistas para o Museu do Amanhã e a região revitalizada do porto.

Também não posso deixar de falar do maior aquário da América do Sul, o AquaRio, que faz parte do projeto de revitalização do Porto Maravilha.

Mas, se a ideia é curtir o clima ao ar livre, nada melhor do que curtir as praias cariocas. E, sem dúvida, a mais famosa delas é Copacabana. Frequentada pela maioria dos turistas que chegam à cidade, traz um enorme banco de areia e é reconhecida pela calçada tão famosa no mundo inteiro, que eu sempre faço questão de fazer foto.

Eu preciso confessar que, embora tenha visitado o Rio de Janeiro centena de vezes, eu jamais deixo de ir em lugares ícones da cidade, como a visita ao Cristo Redentor, o passeio no Pão de Açúcar, além da caminhada na Lagoa de Freitas e no Jardim Botânico, que eu amo! Ah, ir a região central também não pode ficar de fora, principalmente para fazer um clique em frente aos Arcos da Lapa.

E para quem é fã de arquitetura, como eu, vale a visita à CASACOR Rio de Janeiro, que costuma acontecer em outubro (este ano, com a pandemia, eu não sei bem como ficou o calendário) e ficar hospedado no Hotel Copacabana. É caro ficar lá, mas vale muito a pena, pois tudo lá dentro é um banho de arquitetura. Ou seja, se você decidir viajar para a Cidade Maravilhosa, reserve de 5 a 7 dias, pelo menos!

 

Eu amo ir ao Rio!

Até a próxima, pessoal. Um abraço, Karina

karina korn

@karinakornarquitetura

Leia também:

O que fazer no Rio de Janeiro

Bento Gonçalves, um lugar para desfrutar do melhor da vida

 

Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

instagram logo
@milideiaspormetroquadrado/
logo instagram
CLIQUE AQUI