Vistoria : quais são os pontos a serem considerados na entrega de um imóvel

9 de dezembro de 2020

Os últimos passos que antecedem a entrega das chaves de um imóvel são repletos de ansiedade e cheios de significados, principalmente para os moradores! Já para os incorporadores e ou construtores, é o momento de finalização de um processo extenso e complexo. Por isso, é necessária o máximo de atenção em todos os processos. Essa é a recomendação dos experientes arquitetos Erika Mello e Renato Andrade, sócios do escritório Andrade & Mello Arquitetura, por isso o tema do blogpost de hoje é sobre a Vistoria do apartamento e quais pontos devem ser analisados.

O conselho está relacionado ao processo de vistoria realizado antes da entrega oficial realizada pela construtora. Antes de dar o aval para tudo o que foi feito, um check list é fundamental para avaliar se a obra  foi realizada de forma correta e não resultará em dores de cabeça posteriores. Acompanhe as dicas elaboradas por eles:

 

Elétrica
Cozinha com marcenaria preta

Projeto: Andrade & Mello Arquitetura e Foto: Emerson Rodrigues

Sem pressa, o proprietário do imóvel precisa realizar a checagem dos bocais de iluminação, pontos de tomada e o quadro de distribuição | Foto: Emerson Rodrigues

 

É fundamental que o imóvel já esteja com o relógio instalado e a energia elétrica funcionando no momento da vistoria. Ao adentrar, é recomendável ter em mãos um multímetro digital (aparelho que mede a tensão, corrente e resistência) ou mesmo um carregador de celular para verificar se todas as tomadas estão funcionando.

 

Passando para o quadro de distribuição, é fundamental que os disjuntores estejam com os circuitos elétricos demarcados. Como proteção e para manutenções posteriores, o morador precisa saber, por exemplo, qual é o disjuntor que representa cada cômodo para desligá-lo pontualmente. Fechando a lista de elétrica, ter uma lâmpada na bolsa é bastante eficaz para testar, um a um, os bocais de iluminação.

Hidráulica
cozinha com azulejo em detalhes em azul e bancada branca

Projeto: Andrade & Mello Arquitetura/ Foto: Luis Gomes

No momento da vistoria, é fundamental abrir as torneiras para verificar o fluxo de água na cuba ou pia. | Foto: Luis Gomes

Passando para a parte hidráulica, é hora de abrir as torneiras de todos os cômodos. Para isso, é aconselhável deixar que o fluxo de água acumule um pouco na cuba (seja do banheiro, da cozinha) e também do tanque instalado na área de serviço.

Ao liberar o volume acumulado, a presença de bolhas e água parada são indicadores de possíveis entupimentos no sistema de esgoto hidráulico. Por último – e não menos importante –, o acionamento da descarga permite verificar o funcionamento do dispositivo, bem como se não há demora, além do normal, para o reabastecimento da caixa acoplada.

Revestimentos
revestimento em detalhe verde

Projeto: Andrade & Mello Arquitetura/ Foto: Luis Gomes

Observe o estado e as condições dos revestimentos aplicados nas paredes e pisos | Foto: Luis Gomes

No capítulo revestimentos de parede e piso, um pedaço de madeira (que pode ser um cabo de vassoura com aproximadamente 10 cm) se torna a ferramenta para constatar se os materiais foram bem assentados. Com leves ‘golpes’ contra o material cerâmico ou porcelanato, é possível constatar a existência de um possível som oco – indício que evidencia o descolamento em função da ausência de massa e a não aderência na superfície.

O caimento do piso é outro tópico não perceptível a olho nu. Por isso, uma bolinha de gude ou de silicone possibilita apontar se há o escoamento em áreas importantes como o box do banheiro. Essa medida, executada no durante a obra, faz com que a água escoa para o ralo, e não em sentido contrário.

A aplicação dos rejuntes são primordiais para evitar infiltrações e problemas no futuro. Dessa forma, o futuro morador necessita analisar se estão aplicados de forma homogênea e se estão limpos.

Portas, janelas e esquadrias

hall de entrada e porta em azul

As esquadrias devem estar intactas e limpas – sem as proteções utilizadas durante a instalação e que devem ser retiradas pela construção somente no final da obra. De forma minuciosa, é indicado notar se os encaixes estão perfeitos e manusear as persianas e portas para aferir se não há nenhum desgaste ou puído.  

Outros detalhes que complementam o check list:

  • As paredes devem estar lisas, sem sinal de umidade e com pintura homogênea. Nos banheiros e áreas molhadas, o gesso não pode apresentar manchas amareladas – sinal de que pode haver vazamentos do apartamento superior;
  • Se o apartamento for entregue com pisos, em nenhuma hipótese pode apresentar respingos de tinta;
  • Caso os moradores ainda tenham dúvidas com relação a vistoria, um profissional pode acompanhá-los para realizar toda essa checagem antes da entrega do imóvel.

 

Sobre o escritório Andrade & Mello Arquitetura e Interiores:

Formados em Arquitetura, Renato Andrade e Erika Mello são sócios-fundadores do escritório. Em 15 anos de trabalho, somam mais de 120 projetos entregues com a certeza de terem proporcionado aos seus clientes todo profissionalismo nas intervenções realizadas. Além de atuar nos projetos, devotam suas experiências profissionais ao ensino: ambos respondem como professores titulares do Centro Paula Souza e lecionam disciplinas no curso técnico de Edificações.

os arquitetos Erika Mello e Renato Andrade

Erika Mello e Renato Andrade, sócios do escritório Andrade & Mello Arquitetura/ Foto: Luis Gomes

www.andrademelloarquitetura.com.br

@ondeafamiliaacontece

Leia também:

Dossiê sobre iluminação

Reformar e mudar a casa sem grandes intervenções de obras é possível sim

Peguei a chave do apartamento, e agora?

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

instagram logo
@milideiaspormetroquadrado/
logo instagram
CLIQUE AQUI